Antimalware de Próxima Geração

O universo digital é fascinante, mas também abriga uma sombra sinistra: os códigos maliciosos.
Com certeza você já ouviu falar em malware ou vírus, certo?
Por não contarem com sistemas de segurança muito sofisticados, muitas empresas acabam sendo as vítimas preferidas de criminosos virtuais.
A maioria destes ataques são realizados através de códigos maliciosos.

Neste artigo vamos te atualizar sobre as últimas técnicas para proteção de dados contra códigos maliciosos e destacar a importância de soluções de próxima geração.

1. O que é um malware?

Quando nos deparamos com a expressão “código malicioso”, estamos nos referindo a programas especificamente desenvolvidos para executar ações danosas ou atividades maliciosas em computadores ou redes. Este termo genérico abrange um vasto universo de ameaças digitais, cujo principal propósito é causar estragos e realizar atividades mal-intencionadas.

Ao adentrar esse intrigante universo, nos deparamos com uma diversidade de tipos de malware. Engana-se quem pensa que “vírus de computador” é o único vilão nessa história. O malware é um termo guarda-chuva que abriga diferentes formas de ameaças digitais, como bots, spyware, ransomware, worms, backdoors, cavalos de Troia e rootkits.

Cada um desses “vilões” desempenha papéis distintos, desde espionagem até a criação de portas vulneráveis para invasores.

E quando alguém diz que há um “vírus” no computador, é importante entender que nem sempre é um vírus tradicional:

Quadro ilustrativo com os tipos de malware

Quadro ilustrativo com os tipos de malware

O malware é o termo mais adequado, abarcando uma gama de ameaças. Muitos ainda usam o termo “antivírus”. Neste artigo vamos usar o nome antimalware.

Em uma era em que a cibersegurança é crucial, compreender essas nuances é fundamental para proteger nossos sistemas.

2. O elevado risco para a continuidade dos negócios

Por não contarem com sistemas de segurança muito sofisticados, muitas empresas acabam sendo as vítimas preferidas de criminosos virtuais.  Uma pesquisa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) apurou que mais de 60% desses ataques acontecem em pequenos e médios negócios.

O estudo também revelou que as finanças e dados financeiros são os mais visados pelos golpistas eletrônicos. Ao passo que as grandes corporações contam com recursos e equipes dedicadas a proteger seus dados estratégicos, as micro e pequenas empresas não podem dispor de estruturas tão sofisticadas.

3. Os Antimalwares gratuitos me protegem?

A maioria dos micro e pequenos empresários, acredita que o download de um antimalware gratuito é suficiente para proteger seus negócios. É normal querer reduzir custos.

Mas não podem pensar assim quando a continuidade dos negócios de sua empresa está em jogo.

Por serem desenvolvidos para usuários domésticos, esses programas, em comparação a softwares corporativos pagos, são menos eficientes na detecção e no combate das pragas virtuais e não oferecem muitos recursos e funcionalidades, além disso o uso deste produtos domésticos em empresas é considerado “pirataria”.

Sem segurança na rede, aumentam os riscos de infecção por vírus, ataques, vazamento de informações e até mesmo paralisação dos sistemas da sua empresa. Esses problemas podem afetar toda a estrutura tecnológica, provocar a perda de dados corporativos e dos clientes. Os danos à reputação da empresa podem ser irreversíveis, podendo levá-la até mesmo à falência.

4. Antimalware de Próxima Geração vs Antimalware Tradicional

Em um mundo onde a cibersegurança é uma prioridade incontestável, a evolução das soluções Antimalware se destaca como um capítulo crucial na proteção dos sistemas digitais. À medida que a tecnologia avança, os códigos maliciosos também se tornam mais sofisticados, exigindo uma resposta à altura.

Os Antimalwares tradicionais, que surgiram nos primórdios da era digital, eram predominantemente focados em identificar e eliminar ameaças conhecidas. Esses programas confiavam em assinaturas e bancos de dados de definições para reconhecer padrões de códigos maliciosos previamente identificados.

Exemplo de um código malicioso embutido em um executável

Exemplo de um código malicioso embutido em um executável

Embora eficazes contra ameaças conhecidas, produtos com esta tecnologia enfrentavam desafios diante de ataques mais complexos e técnicas inovadoras de malware como polimorfismo, rootkits, exploit, etc.

5. Antimalwares de Próxima Geração: A Revolução na Defesa Cibernética

A resposta a esses desafios veio com a chegada dos Antimalwares de Próxima Geração. Essas soluções incorporam tecnologias avançadas, como inteligência artificial, aprendizado de máquina e análise comportamental, para ir além da abordagem tradicional baseada em assinaturas.

Em vez de depender exclusivamente de bancos de dados estáticos, os Antimalwares de Próxima Geração são capazes de aprender com o comportamento do sistema em tempo real.

A análise comportamental permite que essas soluções identifiquem padrões anômalos, mesmo em ameaças desconhecidas. A inteligência artificial e o aprendizado de máquina capacitam os Antimalwares a aprimorar constantemente suas capacidades de detecção, antecipando-se a novas variantes de malware. Além disso, a resposta em tempo real é acelerada, garantindo uma defesa proativa contra ameaças emergentes.

Além disso, enquanto os antigos antimalwares são reativos, respondendo a ameaças já conhecidas, os de última geração adotam uma abordagem proativa, adaptando-se continuamente aos cenários de ameaça em constante evolução.

Em suma, os antimalwares de última geração representam uma revolução na defesa digital, capacitando as organizações e usuários individuais a enfrentar os desafios cada vez mais complexos do mundo cibernético.

6. Qual solução de Antimalware que devo implantar  em minha empresa?

Respeitamos o direito dos consumidores de escolher suas soluções livremente. Mas o ideal é que esta escolha esteja firmada não apenas no preço mas principalmente na segurança.

Se solicitarmos propostas no mercado é óbvio que cada fornecedor defenderá seu produto é o melhor. Por isso, no momento de escolher entre diversas soluções de segurança respeitadas, um usuário mais experiente não procurará apenas comentários de desenvolvedores como também análises independentes.

Existem inúmeras organizações que passam dias testando diferentes soluções antivírus, firewalls, sistemas de proteção proativa e todos os outros componentes que atualmente fazem parte dos suítes de segurança usados por pessoas físicas ou jurídicas. Cada laboratório possui seu próprio sistema e metodologia de avaliação, é importante entender o valor destes “prêmios” e o que esperar de soluções certificadas.

O laboratório de testes AV-Comparatives realiza diferentes provas para avaliar as principais funções: proteção em situações do mundo real, detecção de arquivos infectados  (testes clássicos), performance e muitos outros.

Uma vez ao ano AV-Comparatives se baseia nos resultados dos testes e realiza a premiação “Produto do Ano” com prêmios de Ouro, Prata e Bronze para cada categoria.

Os mais relevantes são os testes do Mundo Real e a Avaliação de Performance. Alarmes falsos diminuem a pontuação no primeiro teste. Aquelas que não tão perfeitas recebem um Certificado avançado enquanto as outras recebem os selos de Padrão e Aprovação em testes.  Todos os meses, AV-Comparatives publica os resultados parciais de seu teste mundo real com informação das ameaças atuais que antivirus populares foram capazes de bloquear.

Portanto ao escolher um produto. Escolha um produto bem conceituado nos últimos testes. Por exemplo, veja o resultado do último bimestre do AV-Comparatives:

 

 

7. Como implantar um Antimalware de Próxima Geração em minha empresa?

A NETDEEP TECNOLOGIA possui um portfólio completo de soluções de proteção de dados. Estamos desde 2009 protegendo empresas contra incidentes com hackers, vazamento de dados, malwares, negação de serviços e outros tipos de ameaças cibernéticas. Possuímos parceria com os mais modernos laboratórios antimalware do mundo e com certeza podemos ajudar a sua empresa e elevar o nível da segurança das informações.

Entre em contato conosco e agende uma consultoria gratuita com um de nossos especialistas.

Este artigo foi lido 144 vezes!

Deixe o seu comentário

netdeep